Crítica | Love – 1ª Temporada

Desde que dirigiu O Virgem de 40 Anos (2005), Judd Apatow se tornou um dos maiores, senão for maior, nome por trás das comédias em Hollywood, tanto como diretor como produtor. Em 2012 Apatow resolveu voltar a se aventurar no mundo das séries, ele já tinha sido produtor de séries na década de 90 e no começo dos anos 2000,  e produziu a aclamada série Girls que até hoje está sempre indicada as grandes premiações. Depois do sucesso de Girls, Apatow volta ao mundo da séries como produtor da comêdia romantica Love, que é distribuída pela Netflix, e felizmente seu novo trabalho faz jus a sua grande carreira.

Criada, escrita e produzida por Judd Apatow, Paul Rust e Lesley Arfin, Love acompanha o bonzinho Gus (Paul Rust) e a descarada Mickey (Gillian Jacobs) enquanto eles navegam pela alegria e pelas humilhações da intimidade, do comprometimento, do amor e outras coisas que eles esperam conseguir evitar.

O maior acerto da série é sobre como ela consegue retratar de maneira perfeita o amor contemporâneo, é muito provável que quem esteja assistindo, principalmente os mais jovens, se identifique com diversas situações que acontecem durante os episódios, como por exemplo ficar o dia inteiro de olho no celular esperando a resposta de um simples oi.

Infelizmente os filme e séries do gênero pouco tem inovado nos últimos anos e costumam trazer cada vez mais os mesmos clichês de sempre, algo que acaba deixando muitos espectadores reticentes em assistir qualquer coisa nova que saia do gênero, felizmente Love faz de tudo para não ser clichê, ainda que inevitavelmente alguns momentos soem assim. Há alguns momentos em que o espectador sente que a trama percorrera um caminho óbvio, porém no final do episódio ou no episódio seguinte, ou até mesmo nos diálogos a seguir, acabamos surpreendidos por uma inversão de papéis ou até mesmo por algumas situações que não costumam ser utilizadas em produções do gênero.

Os protagonistas Paul Rust Gillian Jacobs estão muito bem em seus papéis e quando seus personagens estão juntos percebemos que existe uma excelente química entre os dois. Apesar de Rust mandar muito bem em seu papel o destaque vai para Jacobs que entrega uma atuação excelente com a sua personagem extremamente instável, é incrível como a atuação da atriz vai evoluindo conforme a situação de Mickey vai se tornando mais complexa, chegando até ao ponto de nos emocionarmos com ela nos dois últimos episódios.

Mesmo se tratando de uma série de comédia aos poucos a trama da personagem Mickey vai ganhando ares mais dramáticos e essa transição da comédia para o drama é muito bem realizada chegando ao seu ápice nos dois últimos episódios onde, como já citado anteriormente, chegamos a nos emocionar com a situação da personagem.

Os diálogos da série em sua maioria são muito bons e para ficar ainda melhor diversos deles trazem ótimas referências a cultura pop.

Os dois primeiros episódios apesar de terem bons momentos são bem arrastados, problema que vai desaparecendo aos poucos depois do segundo episódio, porém que pode fazer algumas pessoas que julgam a série pelo piloto acabar desistindo do resto da temporada.

Outro problema da série é que os coadjuvantes, apesar de serem carismáticos, deixam uma sensação de que poderiam ter sido melhor aproveitados, já que muitos deles, apesar de sua importância, passam diversos episódios sem simplesmente aparecer.

Fazendo o máximo de esforço possível para fugir de boa parte dos clichês do gênero e representando de maneira perfeita o amor contemporâneo Love traz um novo ar as já desgastadas comedias românticas. Sem dúvida nenhuma mais um grande acerto na carreira de Judd Apatow e também mais um grande acerto da Netflix. Agora resta aguardar até 2017 para a já confirmada segunda temporada da série.

NOTA: 8,0

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s